Artigos

O que são Fusões e Aquisições?

18 de janeiro de 2022
fusões e aquisições

Se você é apaixonado por notícias sobre mercado e negócios, a essa altura já deve ter notado o aumento no conteúdo publicado sobre fusões e aquisições. E há uma razão para tal movimento. Também chamadas de M&A – do inglês Mergers & Acquisitions – trata-se do método que visa consolidar uma empresa por meio de diferentes transações financeiras, sejam elas de compra, venda ou integração.

No Brasil, há um mito de que a venda de um negócio significa que o mesmo não está prosperando. Muito pelo contrário. A fusão e aquisição é uma das melhores estratégias para a companhia que busca aumentar a sua competitividade, expandir negócios e, principalmente, ampliar a sua lucratividade.

Leia também: Você sabe o valor da sua empresa?

Neste artigo, você irá compreender a diferença entre fusão e aquisição, além de entender as principais vantagens deste conceito. Leia até o final!

Qual a diferença entre fusão e aquisição?

A principal diferença que temos que compreender de ambos conceitos diz respeito, principalmente, a seu objetivo estratégico. Cada um tem seu propósito e momento ideal para ser colocado em prática. Entender ao certo o conceito deles é o primeiro passo para saber se esse é um método que deve ser considerado no seu negócio.

O que é fusão?

As transações de fusão contemplam o processo de transição estabelecido quando há a junção entre duas ou mais empresas. Quando isso acontece, além de todas as questões burocráticas que envolvem a união da sociedade, há a fusão de processos operacionais, culturas organizacionais, carteira de clientes etc. O Itaú Unibanco é um dos principais exemplos disso aplicado ao mercado brasileiro.

O que é aquisição?

Em contrapartida, nas operações de aquisição uma companhia, ao comprar uma empresa, adquire o controle da mesma. Isso significa que, neste caso, a estrutura operacional daquela que foi comprada, bem como sua equipe, continuam atuando normalmente. Contudo, devem seguir a visão da nova direção. Um bom exemplo foi a aquisição do controle majoritário da Alpargatas pela Itaúsa.

Leia também: Como saber se seu negócio bate metas?

Quais as vantagens do M&A?

Um relatório publicado pela plataforma Transactional Track Record (TTR) apontou que, no Brasil, 916 transações de fusões e aquisições aconteceram no primeiro semestre de 2021. Esta ação movimentou cerca de R$258 bilhões – isso representa um aumento expressivo se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Há inúmeras razões que impulsionam um negócio a entrar no processo de M&A – muitos deles não são noticiados na mídia. Contudo, podemos destacar o aumento da sinergia como um dos principais motivadores. Isso porque, para gerar impacto positivo nos resultados, é preciso integrar a companhia de diversas formas: 

  • Verticalização da operação: quando as empresas se complementam dentro do processo produtivo que integram.
  • Escalabilidade: quando a fusão resulta no aumento expressivo da produção por meio da integração das fábricas e de sua capacidade produtiva.
  • Ampliação do escopo: quando a fusão é feita como forma de agregar expertise a um negócio que deseja ampliar sua área de atuação e, consequentemente, seu escopo de trabalho.

Se conduzidas corretamente e com planejamento, o processo de M&A é capaz de mudar decisivamente o desempenho da companhia perante o mercado.

Quem faz esta operação?

Apesar de estar baseado na avaliação de diversos indicadores, a fusão e aquisição não é uma ciência exata. Para obter o sucesso de toda a operação, é preciso, primeiramente, entender o momento da empresa, seus objetivos e, a partir daí, analisar se este recurso faz sentido para o negócio. Para isso, no entanto, há consultorias especializadas. Só os consultores serão capazes de analisar o desempenho da companhia e estabelecer o melhor plano de ação para alcance do propósito.

A Nordex é uma consultoria empresarial totalmente orientada para o sucesso do cliente. Atuamos em todas as etapas de uma operação de M&A, desde a preparação da empresa, até o momento da transição e estabelecimento de um planejamento estratégico. Nossa metodologia própria possibilita um olhar sistêmico da operação e, principalmente, a operação focada na melhora da performance da companhia e seu crescimento sustentável.

Entre em contato conosco e agende uma conversa com nossos especialistas!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos Relacionados

Metodologias de Gestão Empresarial

Conheça as metodologias de Gestão Empresarial

Apesar do que muitos pensam, o bom trabalho de Gestão Empresarial pode alavancar de forma definitiva um negócio - ao passo em que, a falta dela, reduz sua relevância consideravelmente. Isso porque dificilmente uma empresa que cresce de forma desordenada e sem planejamento consegue se manter competitiva por muito tempo.
Turnaround X Recuperação Judicial

Turnaround X Recuperação Judicial: entenda a diferença!

Diferente do que muitos pensam, existem diversos recursos disponíveis - que vão muito além da Recuperação Judicial - para a empresa que deseja recuperar a sua performance e relevância no mercado. O Turnaround é um desses métodos.
Quando é preciso inovar?

Quando é preciso inovar?

Diante de um mercado volátil, inovar é indispensável. E não estamos falando de invenções mirabolantes que despendem tempo e investimentos incalculáveis para quem a faz. A inovação pode acontecer com uma simples mudança em um processo, modelo de negócios ou serviço/produto.
O que é Securitização?

O que é Securitização?

Para uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, há diversas formas de captar recursos, seja por meio de empréstimos, abertura de capital, debêntures, entre outras opções. E a securitização de crédito? Você já ouviu falar deste método?
ESG

Como implementar o ESG nas empresas?

A sustentabilidade deixou o status de tendência e passou a ser inevitável para todos as companhias que desejam fazer a diferença, engajar o público e, consequentemente, melhorar seus resultados. Por meio do conceito de ESG, cada vez mais negócios avançam em direção aos pilares do chamado capitalismo consciente.
Gestão empresarial para médias empresas

O que é Gestão Empresarial? Qual o benefício para médias empresas

A verdade que ninguém te fala é a seguinte: todo negócio que deseja obter sucesso a longo prazo precisa de Gestão Empresarial. Por meio do estabelecimento de processos e sistematização do trabalho, é possível coordenar toda a operação de forma mais assertiva e, principalmente, potencializar os resultados.