Artigos

Meta X Indicadores: Entenda cada um deles

19 de julho de 2021

Qualquer empresa que deseja crescer – independente de sua área de atuação – deve contar com a Gestão Empresarial. Isso é inevitável. A questão é que para que a administração de fato gere resultados é preciso uma abordagem sistêmica de processos. Isso significa que, sim, será preciso estabelecer objetivos e, principalmente, metas tangíveis para a operação. E, além de tudo, compreender as diferenças e o papel das metas, indicadores e objetivos dentro da estratégia do negócio.

A verdade é que toda companhia tem um propósito. E este propósito reflete, principalmente, os anseios de quem a conduz. Agora, isto não pode ficar apenas no papel. A capacidade de colocar projetos em prática e, mais do que isso, compreender se essas ações agregam valor de fato, irá determinar o sucesso da empresa por um período de tempo.

Diferença entre meta e indicador

Quando o assunto é a diferenciação dos conceitos de objetivos, metas e indicadores, ainda há confusão por parte dos profissionais. O que muitos não sabem é que este engano – que parece simples a princípio – pode prejudicar a eficácia das estratégias desenhadas. Afinal, não conseguimos melhorar aquilo que não medimos.

Objetivos

Primeiramente, os objetivos são as ações a serem seguidas para cumprimento da missão da empresa. Entenda que podem existir tanto objetivos macro, traçados pela companhia como um todo, quanto objetivos direcionados para cada setor. 

Para exemplificar, imagine uma empresa de construção civil que deseja aumentar seu lucro em 20% até o final do ano. Para isso, o setor financeiro determinou que seria preciso reduzir as despesas no mesmo período. Ou seja, ao determinar objetivos específicos, cada setor registrou sua contribuição à missão do negócio.

Metas

Neste contexto, as metas exercem o papel das lentes através das quais enxergamos se as ações traçadas para a conquista dos objetivos são bem sucedidas – ou não. Trata-se dos valores numéricos que apontam o desempenho desejado para determinado período. Vale destacar que essas projeções são estabelecidas a partir de uma análise detalhada de diversos aspectos da operação: conquistas anteriores, capacidade produtiva, custos e muitos outros. Daí a importância da cultura de gestão empresarial.

Tenha em mente também que a meta deve ser SMART, SEMPRE. Ou seja, ela precisa ser específica, mensurável, alcançável, realista e temporizável Voltando ao exemplo da construtora. O setor financeiro calculou uma redução de 20% nas despesas gerais para alcançar seu objetivo.

Indicadores

Os indicadores nada mais são do que as métricas que informam os dados necessários para entender se a meta foi alcançada ou não. Além disso, eles podem se apresentar tanto como um cálculo matemático, quanto como uma medida presente no processo. 

Dentro de uma companhia existem diversos indicadores de desempenho – também conhecidos como KPIs – que fornecem uma visibilidade ampla do processo como um todo. No caso da empresa de construção civil, a melhor métrica para o setor financeiro olhar, de fato é a soma de todas as despesas recorrentes da empresa.

Leia também: Como anda a Gestão Financeira da sua empresa?

Por que temos que ter metas?

Definir metas não é tarefa fácil. As companhias mais sérias e com os melhores resultados despendem bastante tempo e esforço definindo as metas de cada ano. Contudo, elas se dedicam ainda mais para definir as melhores ações e, principalmente, trabalhar para alcançar o propósito. Do contrário, todo o esforço dedicado seria em vão.

Este é o segredo da alta performance! É assim que você se mantém competitivo no mercado.

Além disso, manter a transparência é fundamental. Atualizar constantemente os colaboradores quanto ao andamento dos processos auxilia (e muito!) na manutenção do engajamento com este ecossistema.

E você? Tem objetivos claros e estabelece metas para alcançá-los? Conte para nós!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos Relacionados

fusões e aquisições

O que são Fusões e Aquisições?

Se você é apaixonado por notícias sobre mercado e negócios, a essa altura já deve ter notado o aumento no conteúdo publicado sobre fusões e aquisições. E há uma razão para tal movimento. Também chamadas de M&A - do inglês Mergers & Acquisitions - trata-se do método que visa consolidar uma empresa por meio de diferentes transações financeiras, sejam elas de compra, venda ou integração.
valuation

Valuation: você sabe o valor da sua empresa?

Quando falamos do crescimento sustentável de um negócio, muitas vezes, a captação de investimentos pode ser uma das estratégias adotadas. Agora, para dar este passo, o valuation é indispensável.
Análise de performance: como saber se meu negócio bate metas

Análise de performance: como saber se meu negócio bate metas

Está enganado aquele que pensa que estabelecer e bater metas é exclusividade da equipe de vendas. Já vemos empresas que estendem essa realidade para outros setores como método para engajar todo o time no objetivo principal do negócio.
Dicas para fazer o seu negócio crescer durante a crise

Dicas para fazer o seu negócio crescer durante a crise

Nos encaminhamos cada dia mais para uma rotina próxima da ‘normalidade’. Já podemos presenciar a tão aguardada retomada da economia. Contudo, este cenário de recuperação não é sinônimo de encerramento da crise econômica.
Gestão de pessoas em tempos de crise

Gestão de pessoas em tempos de crise

uem nunca ouviu a frase ‘’o capital humano é o bem mais precioso de uma empresa’’. A princípio, quando escutamos achamos um exagero. Mas avalie novamente a sentença. Agora, reflita: uma companhia como a Apple, ou Amazon, teriam crescido sem o auxílio de uma equipe capacitada e engajada?
O turnaround exige mudança de mindset

O turnaround exige mudança de mindset

Não foi a quarentena, impulsionada pela pandemia do novo coronavírus, que motivou as empresas a se adaptarem às mudanças de comportamento. Na realidade, já vínhamos ajustando as operações de acordo com o desenvolvimento tecnológico que presenciamos nos últimos anos. O distanciamento social apenas acelerou algumas transformações que só veríamos daqui a alguns anos.