Artigos

Quando uma empresa precisa de turnaround?

20 de maio de 2021

Seja por uma crise no mercado macroeconômico ou por uma mudança de cenário causada por seus principais players, a verdade é que a empresa que não possui o hábito de analisar constantemente o seu contexto irá sofrer as consequências futuramente. E, acredite, a repercussão desta iniciativa (ou a ausência dela) vai desde a perda de receita e estagnação, até o encerramento das atividades.

Uma companhia que se encontra nesse beco sem saída não tem outra alternativa senão aderir ao turnaround. Corte de gastos e redução do quadro de funcionários são algumas das etapas iniciais deste processo. Mas tenha cuidado. Muitas vezes, se tomadas de forma precipitada, tais decisões podem causar ainda mais danos na empresa.

Para que isso não aconteça com você, hoje vamos falar o que é turnaround e qual é o momento ideal para a virada do seu negócio!

O que é turnaround?

Trata-se de uma expressão em inglês que define o momento da ‘grande virada’. Neste aspecto, a companhia que se encontra em uma situação de crise deve colocar em prática um conjunto de ações para o restabelecimento do valor e a recuperação da performance como um todo.

Para isso, não basta olhar apenas para gastos. Um turnaround bem sucedido deve, acima de tudo, estabelecer uma boa estratégia de atuação. Começando pela estabilização da crise – no caso de empresas que estão endividadas ou em recuperação judicial – e posteriormente com um plano de crescimento, a fim de reconquistar seu lugar no mercado. 

Além disso, o turnaround olha sobretudo para fatores essenciais de qualquer negócio que deseja evoluir. São eles:

  • Estratégia
  • Operação
  • Saúde financeira

Quando é o momento da virada?

A princípio, a empresa que, de fato, se encontra em uma crise financeira já é uma forte candidata para o turnaround. É importante, contudo, identificar se as dificuldades enfrentadas caracterizam um colapso ou se são apenas instabilidades características do mercado de atuação.

Decerto, aquelas que se encaixam no perfil apresentam sinais, tais como:

  • Aumento desproporcional de custos
  • Queda de receita e perda de clientes
  • Crescimento da taxa de turnover
  • Detecção de fraudes contábeis
  • Decréscimo sucessivo nos resultados financeiros

Caso a sua companhia apresente alguns dos sinais descritos acima, é hora de ficar atento. É preciso compreender também que, ao longo do processo, o gestor irá se deparar com situações adversas – que colocarão em questionamento sua resiliência. Logo, é fundamental que a alta liderança esteja comprometida com o processo de aplicação do turnaround. Eles serão responsáveis por colocar os projetos em prática ao passo em que engajam a equipe que permaneceu na empresa.

E não se esqueça: a virada do jogo é um trabalho minucioso, detalhado e, principalmente, estratégico. Portanto, é fundamental que seja desenhado e conduzido por uma empresa especializada neste tipo de trabalho.

A Nordex é uma consultoria empresarial composta por uma equipe multidisciplinar que garante um atendimento 360º para a gestão eficiente de uma crise financeira. Entre em contato conosco e agende uma conversa com um especialista.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos Relacionados

Metodologias de Gestão Empresarial

Conheça as metodologias de Gestão Empresarial

Apesar do que muitos pensam, o bom trabalho de Gestão Empresarial pode alavancar de forma definitiva um negócio - ao passo em que, a falta dela, reduz sua relevância consideravelmente. Isso porque dificilmente uma empresa que cresce de forma desordenada e sem planejamento consegue se manter competitiva por muito tempo.
Turnaround X Recuperação Judicial

Turnaround X Recuperação Judicial: entenda a diferença!

Diferente do que muitos pensam, existem diversos recursos disponíveis - que vão muito além da Recuperação Judicial - para a empresa que deseja recuperar a sua performance e relevância no mercado. O Turnaround é um desses métodos.
Quando é preciso inovar?

Quando é preciso inovar?

Diante de um mercado volátil, inovar é indispensável. E não estamos falando de invenções mirabolantes que despendem tempo e investimentos incalculáveis para quem a faz. A inovação pode acontecer com uma simples mudança em um processo, modelo de negócios ou serviço/produto.
O que é Securitização?

O que é Securitização?

Para uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, há diversas formas de captar recursos, seja por meio de empréstimos, abertura de capital, debêntures, entre outras opções. E a securitização de crédito? Você já ouviu falar deste método?
ESG

Como implementar o ESG nas empresas?

A sustentabilidade deixou o status de tendência e passou a ser inevitável para todos as companhias que desejam fazer a diferença, engajar o público e, consequentemente, melhorar seus resultados. Por meio do conceito de ESG, cada vez mais negócios avançam em direção aos pilares do chamado capitalismo consciente.
Gestão empresarial para médias empresas

O que é Gestão Empresarial? Qual o benefício para médias empresas

A verdade que ninguém te fala é a seguinte: todo negócio que deseja obter sucesso a longo prazo precisa de Gestão Empresarial. Por meio do estabelecimento de processos e sistematização do trabalho, é possível coordenar toda a operação de forma mais assertiva e, principalmente, potencializar os resultados.